Colunas

Bilionário arremata pintura de Basquiat por US$ 110,5 milhões

O bilionário japonês Yusaku Maezawa arrematou ontem (18) uma obra de 1982 do pintor norte-americano Jean-Michel Basquiat por US$ 110,5 milhões, na casa de leilões Sotheby’s, em Nova York. Fundador do Zozotown, maior e-commerce fashion do Japão, o empresário ofereceu o dobro do valor mais alto já pago por uma obra do artista.

LEIA MAIS: 20 maiores bilionários do mundo em 2017

Após uma acirrada disputa de lances, que durou 10 minutos, a obra, que retrata uma face na forma de crânio, foi adquirida pelo bilionário, que é o 630º homem mais rico do mundo e o 11º do Japão, com um patrimônio de US$ 3,1 bilhões.

Maezawa afirma que pretende exibir a peça em seu museu em Chiba, no Japão, e posteriormente emprestá-la para instituições e exposições ao redor do mundo. Incluindo a compra de ontem, o bilionário já gastou mais de US$ 230 milhões em arte contemporânea apenas no ano passado, segundo o site da CNN.

Em entrevista para o site Observer, no ano passado, Maezawa afirmou que, apesar de ter um grande interesse pela arte e pelo mundo da moda, começou a colecionar há apenas 10 anos.

VEJA TAMBÉM: Reforma da obra “A Última Ceia”, de Leonardo da Vinci, vai custar € 1 milhão

Em maio do ano passado, ele ofereceu US$ 57,3 milhões por uma pintura sem título do mesmo artista. Além disso, em 2016, comprou trabalhos de Pablo Picasso, por US$ 22,6 milhões; Christopher Wool, por US$ 13,9 milhões; e Richard Prince, por US$ 9,7 milhões; entre outras obras por preços entre US$ 1 milhão e US$ 7 milhões.

Comentários
Topo