10 coisas que todo funcionário precisa saber sobre seu pagamento

Redação

As pessoas saem do emprego por diferentes motivos, mas muitas concordam que o pagamento é uma das principais razões por deixar o trabalho.

LEIA MAIS: 5 hábitos que você deve cortar para ser mais bem-sucedido

Todos nós somos pagos, mas não é sempre que sabemos o suficiente sobre nosso pagamento. Portanto, veja na galeria de fotos as 10 questões mais comuns e suas respectivas respostas sobre salário que todos deveriam saber:

  • Como as companhias decidem o quanto eles devem pagar aos seus funcionários?

    Não há um processo definido para determinar quanto pagar ao funcionário. Cada organização tem sua própria política de pagamento.

    Grandes companhias tendem a ter estruturas mais formais, em comparação com as empresas menores. Algumas participam de pesquisas de pagamento regionais ou das indústrias do local, e aí eles ajustam o pagamento baseado nos resultados destes dados.

  • Como eu sei se estou recebendo menos do que eu deveria?

    Você pode saber sobre os níveis salariais da sua posição e também de outros cargos checando sites de pesquisas de salário como o “SalárioBR” e a “Catho”. Estas plataformas informam o quanto outras pessoas com trabalhos parecidos com o seu recebem.

    Você pode encontrar publicações específicas online e ver pesquisa anuais de salário, além de checar sobre outras centenas de indústrias ou áreas e ver o quanto essas pessoas ganham aproximadamente.

  • Minha companhia pega dinheiro do meu pagamento. Para onde esse dinheiro vai?

    A maior parte do dinheiro que “falta” no seu pagamento vai para taxas. Seu empregador pega dinheiro do seu salário e manda para o governo. E você concordou com isso quando assinou a papelada logo quando foi contratado.

    No final do ano, sua conta com as taxas provavelmente já está paga, e é por isso que você recebe um dinheiro de volta nesse período. É porque seu empregador pagou as taxas adiantado todas as vezes em que você recebeu.

    Seu salário sofre outras deduções que vão para a seguridade social, impostos e planos de saúde. Você deve ver a declaração de deduções da sua folha de pagamento para saber mais sobre esses valores ou pode se informar com o setor de pagamento da sua empresa.

  • Como as companhias se certificam de que seus funcionários estão recebendo um salário justo entre eles e em relação aos funcionários de outras empresas?

    As empresas prestam atenção em pesquisas de salário caso tenham um departamento de RH ou pessoas disponíveis para fazer esse trabalho. Algumas companhias não fazem nada para se assegurar de que pagam de acordo com o mercado. Portanto, não podemos assumir sempre que a companhia faz pagamentos justos.

    O assunto delicado sobre “equidade interna”, ou pagamento justo para as pessoas dentro da organização em relação aos outros funcionários, é um projeto em andamento para a maioria das organizações.

    Manter a equidade dos pagamentos internos pode ser uma das partes mais difíceis para quem trabalha no RH da companhia, porque mudanças significativas acontecem nas descrições de trabalho das pessoas e os aspectos burocráticos demoram para mudar.

    Quando a descrição de funções de alguém muda significantemente, alguém do setor de RH precisa se assegurar que essa pessoa será recompensada pelo aumento de responsabilidades.

  • Por que alguns chefes insistem em querer saber o quanto seus novos funcionários recebiam no seu antigo emprego?

    A razão principal pela qual chefes querem saber os últimos salários é que eles podem o impressionar e basear o seu pagamento pelo valor que você recebia antes.

    Eles descobrem que você ficaria feliz em trabalhar para eles com apenas um pequeno aumento no seu salário. A partir de 2018, no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos, por exemplo, será ilegal chefes perguntarem aos candidatos ou aos funcionários o antigo salário deles, exatamente por este motivo.

  • Por que algumas empresas desaprovam quando seus funcionários discutem seus salários?

    Algumas companhias não querem que seus funcionários comparem suas taxas de pagamento porque alguém pode alegar que o salário não é justo comparado aos de funcionários de outras empresas. Entretanto, nos Estados Unidos não é legal que chefes proíbam seus funcionários de falar sobre seu salário.

  • É melhor para mim ser um funcionário que recebe por trabalho executado ou por mês?

    Isso depende muito de cada função. Funcionários que recebem por trabalho executado, como frilas, são pagos logo depois do período trabalhado. Já funcionários com salários fixos não são pagos logo após o trabalho e o pagamento nunca muda, a não ser que o salário mude também.

  • Se eu sentir que estou recebendo menos do que eu deveria, o que eu faço?

    Você pode falar com o seu gestor sobre isso. Entretanto, você não pode apenas falar “Sinto que estou recebendo pouco” logo no início da conversa. Para esse diálogo, você vai precisar comprovar o que está falando. Leve pesquisas de salários que mostram que você está recebendo menos do que outras pessoas que executam a mesma função. Evite levar exemplos pessoais, se você estiver certo, as pesquisas vão mostrar isso para você.

    Se você não consegue ser pago de modo justo onde você está trabalhando atualmente, comece a fazer pesquisas de emprego e procure por uma nova empresa.

  • E se a minha companhia der um aumento generalizado de salário para todos os funcionários?

    Essa prática é bem comum, e você precisa avaliar se esse acréscimo vai ou não ser positivo para você.

  • O que eu preciso saber sobre o plano de bônus da minha empresa?

    Se a sua companhia tiver um plano de bônus, você pode obter os detalhes escritos no setor de RH ou no setor de pagamentos. Se eles não deram essas informações, este é um sinal para ficar em alerta.

    Planos de bônus são positivos quando são simples e não dependem de informações de empresa privadas. Uma empresa de capital aberto pode pagar bônus baseados nos ganhos por ações, por enquanto, porque não há segredo sobre os valores que sua companhia gerou no trimestre ou no último ano.

Como as companhias decidem o quanto eles devem pagar aos seus funcionários?

Não há um processo definido para determinar quanto pagar ao funcionário. Cada organização tem sua própria política de pagamento.

Grandes companhias tendem a ter estruturas mais formais, em comparação com as empresas menores. Algumas participam de pesquisas de pagamento regionais ou das indústrias do local, e aí eles ajustam o pagamento baseado nos resultados destes dados.