Alemanha quer que Facebook pague multa de US$ 522 mil por notícia falsa

Parmy Olson

Facebook

Governo alemão quer que Facebook pague multa por cada notícia falsa disseminada na rede social (iStock)

O governo da Alemanha apresentou uma solução para o problema das notícias falsas disseminadas no Facebook: eles pretendem fazer a rede social pagar € 500.000 (US$ 522.000) por cada notícia falsa espalhada na rede.

O governo alemão planeja uma lei que pretende cobrar multas do Facebook, devido ao medo de que histórias falsas possam afetar as eleições nacionais no país, que vão ocorrer em 2017. “Se após as notificações o Facebook não apagar dentro de 24 horas a postagem ofensiva, ele deve pagar uma penalidade acima de € 500.000”, afirmou o chefe parlamentar do Partido Social Democrata, Thomas Oppermann, em entrevista para a revista alemã “Der Spiegel”.

LEIA MAIS: Como boatos ajudaram a eleger Donald Trump nos EUA

Os ministros pretendem introduzir a multa em 2017, que vai exigir a quantia do Facebook para compensar as pessoas que forem afetadas por histórias falsas e difamatórias divulgadas na rede social. As leis sobre calúnias são muito rigorosas na Alemanha do que nos Estados Unidos.

A nova lei também vai exigir do Facebook e de outras redes sociais a criação de uma “unidade de proteção legal” na Alemanha para as pessoas afetadas pelas histórias, de acordo com Oppermann. Esses escritórios vão permitir que companhias como o Facebook respondam rapidamente às reclamações sobre notícias falsas e difamações.

LEIA TAMBÉM: 12 países onde as pessoas mais confiam na imprensa

Tanto o partido de Opperman quanto o partido União Democrata-Cristã, de Angela Merkel, estão considerando o projeto de lei.