Fortuna de bilionários africanos cai na lista de FORBES dos mais ricos do continente – Forbes Brasil
Negócios

Fortuna de bilionários africanos cai na lista de FORBES dos mais ricos do continente

Aliko Dangote

Aliko Dangote é a pessoa mais rica do continente pelo sexto ano consecutivo (Getty Images)

O número de bilionários da África – e o tamanho de suas fortunas – continua a cair. Na lista deste ano, FORBES só incluiu os bilionários africanos que vivem no continente, em vez de apresentar as 50 pessoas mais rica da África. Há 21 bilionários na lista deste ano, que juntos tem uma fortuna de US$ 70 bilhões. Na lista de 2015 dos mais ricos da África, havia 23 bilionários com uma fortuna conjunta de US$ 79,8 bilhões. Entretanto, em 2014, havia 28 africanos considerados bilionários.

O magnata nigeriano do cimento, Aliko Dangote, é a pessoa mais rica da África pelo sexto ano consecutivo, com uma fortuna de US$ 12,1 bilhões. Entretanto, o patrimônio líquido do bilionário sofreu uma queda de US$ 5 bilhões pelo segundo ano consecutivo. Atrás de Dangote há outros dois nigerianos, Mike Adenuga, do ramo das telecomunicações e a atual terceira pessoa mais rica do continente, com uma fortuna de US$ 5,8 bilhões, e o bilionário do ramo do petróleo, Folorunsho Alakija, que tem um patrimônio líquido de US$ 1,6 bilhão.

RANKING GLOBAL: 70 maiores bilionários do mundo em 2016

Dois nigerianos saíram da lista deste ano, o comerciante de petróleo, Femi Otedola, cuja fortuna caiu de US$ 1,6 bilhão em novembro de 2015 para apenas US$ 330 milhões, e o bilionário do ramo de açúcar, Abdulsamad Rabiu, cuja fortuna caiu US$ 1 bilhão com a queda da moeda nigeriana.

A África do Sul domina o ranking da lista africana. Enquanto o país está empatado com o Egito no número de bilionários individuais, a fortuna conjunta dos seis mais ricos da África do Sul é de US$ 22,7 bilhões, valor US$ 7 bilhões maior do que os seis maiores bilionários do Egito.

RANKING: 70 maiores bilionários do Brasil em 2016

O magnata do ramo de diamantes, Nicky Oppenheimer, é a pessoa mais rica da África do sul e a segunda pessoa mais rica de todo o continente. Ele se mantém discreto desde que vendeu a participação da sua família na DeBeers, empresa de mineração, para a Anglo American, companhia do mesmo ramo, por US$ 5,1 bilhões em 2012. O magnata de luxo, Johann Rupert, e o varejista, Christoffel Wiese, estão empatados como o segundo mais rico da África do Sul, e ambos estão na quarta posição entre os bilionários mais ricos da África, cada um com uma fortuna de US $ 5,5 bilhões. O patrimônio líquido de Wiese caiu US $ 1 bilhão desde a lista de novembro de 2015, enquanto a fortuna de Rupert teve uma queda US$ 800 milhões.

A pessoa mais rica do Egito é Nassef Sawiris, cuja fortuna de US$ 5,3 bilhões aumentou em US$ 400 desde novembro de 2015. Sawiris é dono da OCI, uma das maiores empresas de fertilizantes de nitrogênio do mundo. Atrás dele está Naguib Sawiris, seu irmão, como o maior vencedor da lista. Sua fortuna cresceu de US$ 700 milhões para US$ 3,7 bilhões. Em dezembro de 2016, Nagui Sawaris anunciou que deixaria de ser o CEO da sua empresa de telecomunicações, a Orasom Telecom Media & Technology.

LEIA TAMBÉM: 10 bilionários que mais faturaram em 2016

FORBES contabilizou apenas duas mulheres bilionárias na África: a angolana Isabel dos Santos – a mulher mais rica do continente com uma fortuna de US$ 3,2 bilhões; e a nigeriana Alakija. Isabel é filha do presidente de Angola, que a nomeou como chefe da empresa petrolífera estatal angolana Sonangol em junho de 2016. Alakija é vice-presidente da empresa petrolífera da Nigéria, Famfa Oil.

Aos 41 anos, Mohammed Dewji, da Tanzânia, é o bilionário mais novo da África. Ele é CEO do conglomerado de empresas de economia METL, fundado pelo seu pai em 1970. Onsi Sawaris, egípcio de 86 anos, é o bilionário mais velho do continente e pai dos dois bilionários africanos, Nassef e Naguib Sawaris.

LEIA TAMBÉM: Aplicativo nigeriano ajuda usuários a guardarem dinheiro

Treze dos vinte e um bilionários do continente fizeram sua própria fortuna, enquanto os outros oito herdaram seus patrimônios. Esses bilionários vêm de sete países diferentes: África do Sul (6 bilionários), Egito (6 bilionários), Nigéria (3 bilionários), Marrocos (3 bilionários), Argélia (1 bilionário), Angola (1 bilionário) e Tanzânia (1 bilionário).

Comentários
Topo