Rolls-Royce anuncia a segunda maior venda histórica em 113 anos

Redação

Rolls-Royce teve um resultado anual de vendas 6% maior do que o de 2015 (Divulgação)

Rolls-Royce teve um resultado anual de vendas 6% maior do que o de 2015 (Divulgação)

A Rolls-Royce anunciou o seu segundo melhor resultado anual de vendas na história, de 113 anos. O resultado é 6% maior do que o de 2015. Um total de 4.011 carros foram entregues em mais de 50 países.

“Este resultado mostra o apelo que os bens de luxo britânicos têm para os clientes mais exigentes do mundo todo. A história de sucesso da Rolls-Royce passa pelo trabalho árduo e pela engenhosidade dos homens e mulheres do nosso Centro de Excelência de Luxo em Goodwood, West Sussex”, disse Torsten Müller-Ötvös, CEO da Rolls-Royce Motor Cars.

VEJA TAMBÉM: Conheça o Wraith Black Badge, o “quase esportivo” da Rolls-Royce

A empresa registrou as vendas mais altas em mercados globais-chave, incluindo Américas (+ 12%), Europa (+ 28%) e Ásia-Pacífico (+ 5%). Alguns mercados individuais também ultrapassaram os recordes anteriores, como Japão (+ 51%), Alemanha (+ 30%), Reino Unido (+ 26%), China (+ 23%) e EUA (+ 10%).

A única grande região onde as condições seguem difíceis é o Oriente Médio, onde a demanda dos consumidores por bens de luxo foi afetada pela incerteza econômica e política. Ainda assim, o Oriente Médio terminou o ano como o terceiro maior mercado em 2016, enquanto a Rolls-Royce Motor Cars Dubai foi a revendedora como maior venda global.

LEIA MAIS: Rolls-Royce entrega na China sua maior encomenda da história

A Rolls-Royce também registrou pelo terceiro ano consecutivo recorde de vendas na América do Norte. As vendas subiram 12% em 2016, impulsionadas pelo novo Rolls-Royce Dawn. As Américas continuam sendo a maior região para a montadora e representam mais de um terço das vendas.

“Mas não vamos nos acomodar com o sucesso do Dawn. O Ghost e o Wraith continuam a oferecer uma experiência de luxo única. O crescimento não é nosso objetivo, é uma recompensa. Uma recompensa por oferecer itens exclusivos de luxo, carros que nossos clientes não podem encontrar em nenhum outro lugar”, disse Pedro Mota, presidente da Rolls-Royce Motor Cars na América do Norte.