Como a educação executiva pode impulsionar a carreira – e o salário

 M ACCELERATOR/Unsplash
M ACCELERATOR/Unsplash

Pesquisa feita pela Catho Educação revelou que diretores e gerentes com MBA podem ganhar até 47,2% mais do que seus pares sem a especialização

Já dizia o físico alemão Albert Einstein que as pessoas podem tirar tudo aquilo que temos, menos o conhecimento. Mais do que uma frase motivacional, a realidade é que a continuidade da educação tem sido responsável por prolongar a empregabilidade, garantir cargos de liderança e, como se isso não fosse suficiente, incrementar salários.

Uma pesquisa feita pela Catho Educação revelou que diretores e gerentes com MBA podem ganhar até 47,2% mais do que seus pares sem a especialização. No caso de supervisores e coordenadores, a diferença é ainda maior: 53,7%. Para profissionais graduados, o incremento chega a 47,5%.

Esse cenário ficou ainda mais evidente no último ano, quando o mundo virou do avesso com a pandemia de Covid-19 e muito do que sabíamos precisou ser descontruído para dar lugar a uma nova realidade no mercado de trabalho. Processos, relações, estratégias – e até as demandas – precisaram ser revistas em todas as esferas, o que fez da atualização profissional algo mais necessário do que nunca.

Para atender à demanda, a Universidade Presbiteriana Mackenzie promoveu alterações e ampliou sua oferta de cursos já no primeiro semestre de 2021 com o lançamento da Educação Executiva Mackenzie. Voltados para executivos, líderes, profissionais e recém-formados, os programas têm o objetivo de capacitar e qualificar os alunos, sempre com um olhar que alia a prática à teoria. “Não queremos simplesmente que o aluno adicione um título ao seu currículo. Nossa meta é que ele se torne um profissional melhor”, diz Lourenço de Miranda Freire Neto, coordenador de Educação Continuada da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

A iniciativa, cujas bases foram construídas sobre tradição acadêmica e um corpo docente capacitado, inclusive fora do país, em dia com as principais tendências, inclui diferenciais como a gamificação, que usa tecnologia para simular situações reais, e dupla certificação internacional.

ÁREAS DE CONHECIMENTO

A EEM atende a seis áreas de conhecimento distintas. Em Arquitetura e Design, por exemplo, os alunos desenvolvem conhecimentos relacionados aos campos específicos de atuação técnica e aspectos gerenciais comuns à rotina de atuação corporativa ou de liderança de equipes. “A estratégia de ensino está relacionada ao dia a dia da prática profissional, com forte visão da totalidade dos processos de elaboração dos trabalhos e projetos. E as temáticas são diferenciadas e orientadas para a visão empreendedora da atuação profissional”, explica Freire Neto.

Em Saúde e Educação – setores que ganharam novas configurações com o isolamento social –, a grade curricular foca nos desafios do mercado, gerando o desenvolvimento de competências estratégicas e de tomada de decisão para gestores de organizações do segmento. Com visão orientada a resultados e eficiência dos processos, aborda o uso das tecnologias disponíveis em um ambiente de comprometimento social.

Já em Tecnologia e Inovação, a EEM reuniu um time de profissionais atuantes no mercado, capaz de levar para a sala de aula conteúdos e discussões do momento atual dos negócios digitais e disruptivos. Os programas privilegiam o desenho de soluções de aprendizagem de acordo com desafios específicos de negócios, com conteúdos alinhados a exercícios práticos em ambientes reais, com tecnologias de ponta. A área conta com o suporte de um avançado centro de pesquisa da Faculdade de Computação e Informática da universidade e de laboratórios avançados que estudam novas tecnologias.

Permitir aos profissionais do mercado uma visão gerencial dos principais desafios comunicacionais e mercadológicos enfrentados no ambiente corporativo, com foco em geração de valor e resultados, é o objetivo dos programas voltados para Comunicação, Marketing e Vendas. Entre os diferenciais, estão a visão integrada dessas áreas, a sintonia com um mercado no qual as tecnologias digitais são cada vez mais protagonistas e o entendimento de que a produção de conteúdo é não só uma ferramenta para entreter, educar e informar, mas também para gerar oportunidades de negócios.

Na área do Direito, os cursos da EEM oferecem uma visão global dos desafios enfrentados no ambiente corporativo transmitida por professores com ampla experiência de mercado. Fazem parte do corpo docente, inclusive, profissionais estrangeiros, capazes de oferecer aos alunos uma imersão em outras culturas.

Por fim, o programa de Estratégia, Negócios e Liderança permitirá, aos profissionais de mercado, o incremento de competências para os desafios do contexto atual de negócios, com visão gerencial e estratégica para o novo ambiente corporativo. O corpo docente é composto por profissionais com experiência de mercado, amplo conhecimento acadêmico e métodos de ensino e aprendizagem que promovem a conexão entre as teorias e as melhores práticas empresariais.

MODALIDADES

As modalidades oferecidas pela EEM foram desenhadas para atender aos mais diversos interesses. A opção Atualização e Aperfeiçoamento consiste em cursos bimestrais (de oito a 64 horas) que criam ambiente propícios para discussões estratégicas e conhecimentos que podem ser aplicados no curto prazo.

O Lato Senso Premium Presencial, disponível nos campi de Higienópolis, Alphaville e Campinas, no estado de São Paulo, tem como foco o aprendizado da produção de resultados e soluções capazes de acompanhar a velocidade das mudanças que vivemos atualmente. Já a versão Lato Senso Premium EaD leva a mesma experiência – em 432 horas/aula – para quem não tem disponibilidade para se locomover, por meio de aulas totalmente online ao vivo, com sessões de interação com os professores e aplicação em tempo real de conhecimento.

Há, ainda, a opção Exchanging Hemispheres, na qual os cursos proporcionam a integração de conhecimento nacional e internacional, ideal para o mundo globalizado, sem a necessidade de cursar módulos fora do país.

* BrandVoice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).