Pedro Bueno, presidente do Grupo Dasa, é o Empreendedor do Ano 2020 da EY

Divulgação
Divulgação

Finalistas da 23ª edição do prêmio Empreendedor do Ano (EOY)

Pedro de Godoy Bueno, presidente do Grupo Dasa, foi escolhido o Empreendedor do Ano 2020 pela EY. O anúncio ocorreu em um evento online realizado em parceria com a Forbes Brasil ontem (27).

O executivo foi escolhido entre outros cinco empreendedores homenageados na categoria Master do prêmio, que escolhe empresários com negócios de grande porte.

Disputaram com ele: Alfredo Soares, vice-presidente da Vtex; André Prado, CEO da BBM Logística; Cristine Nogueira, presidente da Piccadilly Company; Paulo Morais, fundador da Espaçolaser; e Sergio Zimerman, fundador da Petz.

Pedro Bueno teve sua trajetória profissional marcada pelo início ainda bem jovem, aos 15 anos, como estagiário na Amil, na época sob gestão de seu pai, Edson, falecido em 2017. Com a venda da empresa para o grupo norte-americano UnitedHealth, em 2012, fundou a gestora de investimentos DNA. Dois anos depois, assumiu como presidente do Grupo DASA, uma das principais empresas do setor de saúde no Brasil, na qual a DNA já investia. O executivo foi um dos responsáveis diretos pelo crescimento e modernização do negócio na última década.

Aos 31 anos, Bueno é conhecido como o bilionário mais jovem do Brasil e representará o país na etapa global do Programa – o EY World Entrepreneur Of The Year™. Ele concorrerá com empresários de todo mundo em uma cerimônia que será realizada virtualmente no Principado de Mônaco, em junho.

Durante seu discurso de agradecimento, Bueno retribuiu a homenagem: “Enxergo este reconhecimento como resultado de todas as interações, aprendizados e o que pude construir com a ajuda de centenas de pessoas com as quais convivi em meus 31 anos de vida. Agradeço em nome de todos da DASA, que tem como missão transformar o setor de saúde, para que ele seja cada vez melhor e mais sustentável”.

Além da categoria Master, a EY homenageou empreendedores em outros segmentos.

O Emerging, que reconhece empreendedores à frente de empresas promissoras e com alto potencial de crescimento, teve como vencedor Fernando Prezzotto, fundador da Sempre Sementes.

Na categoria Impacto Socioambiental, o reconhecimento foi concedido a Fernanda Stefani, cofundadora e CEO da 100% Amazônia. Outra homenagem foi dada a Denise dos Santos, na categoria Executivo Empreendedor, em reconhecimento por sua atuação como CEO da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Na categoria Family Enterprise, Décio da Silva, presidente do Conselho de Administração da WEG, passa a fazer parte do Global Family Business Book da EY, garantindo seu lugar no Family Business Forum, evento que também será realizado em Mônaco.

Foram homenageadas também todas as participantes do programa de mentoria da EY para mulheres empreendedoras, o Winning Women.

Globalmente, o programa Empreendedor do Ano (EOY) completa 35 anos e está presente há 23 no Brasil, com o propósito de identificar e reconhecer líderes empresariais de diversos setores, que vêm transformando mercados e gerando impactos positivos na sociedade. Desde 1998, mais de 300 executivos brasileiros já foram homenageados e reconhecidos pela EY.

Nas edições anteriores, as homenagens da EY incluíram Cesar Gon, fundador e CEO da CI&T; a Família Botelho, da Energisa; Luis Fernando Porto, da Unidas; José Carlos Semenzato, da SMZTO Participações em Negócios Ltda.; Ivoncy Brochmann Ioschpe, da Iochpe-Maxion; Roberto Jatahy, do Grupo Soma e Fabio Sandrini, da Verzani & Sandrin.

*BrandVoice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).