7 dicas para ter sucesso em um trabalho que você nunca fez antes

Thomas Barwick/ GettyImages
Thomas Barwick/ GettyImages

Aprendizagem autodirigida pode ser o fator diferenciador que levará ao sucesso

Liderar o terceiro maior laboratório de testes Covid-19 no meio de uma pandemia, nos Estados Unidos não foi algo que Jon Cohen aprendeu a fazer na faculdade de medicina. Sua carreira em administração de saúde e política também não o preparou totalmente para essa experiência. Como presidente-executivo do BioReference Lab, Cohen teve de aplicar uma habilidade crítica que adotou no início de sua carreira: a aprendizagem autodirigida.

A capacidade de identificar suas necessidades de aprendizagem, formular metas de estudo, identificar os recursos necessários para aprender e desenvolver um plano para realizar este estudo pode ser o fator diferenciador que leva ao sucesso. Cohen já adota essa habilidade crítica aprendida faz tempo. Ele é rotineiramente colocado em situações em que tem de se adaptar e aprender rapidamente.

LEIA MAIS: As 7 características do empreendedor de apps de sucesso

Divulgação/ Forbes

Jon Cohen é presidente-executivo do BioReference Lab

Cohen teve uma carreira eclética. Ele foi chefe de cirurgia de um importante centro médico aos 40 anos, depois diretor-executivo deste hospital e, em seguida, diretor médico do sistema de saúde dos EUA. Ele foi conselheiro de saúde do candidato à presidência John Kerry, concorreu a vice-governador de Nova York na reforma da saúde e, finalmente, tornou-se conselheiro sênior do governador do estado de Nova York, David Paterson, responsável por todas as políticas e estratégias. De lá, ele atuou como executivo-sênior da Quest Diagnostics, outro grande laboratório americano, antes de sua função atual de liderança do BioReference Lab.

A carreira de Cohen transcendeu os estudos na faculdade, os cargos na política e na indústria científica. Com cada experiência, ele aprendeu novas habilidades e se conectou com mais pessoas. Cada função informava a seguinte, e cada oportunidade não teria sido possível sem suas experiências anteriores aprendidas.

Pelo depoimento de Cohen, o desenvolvimento de alta inteligência emocional foi fundamental para seu sucesso. Ele precisou gerenciar rotineiramente as pessoas e as tensões diárias e não se esquivava de se cercar de consultores de alto escalão motivados para o sucesso. Ele lia muito sobre todos os tópicos imagináveis ​​e buscava o conselho de seus conselheiros. Ele estava sempre aprendendo, até mesmo, e principalmente, quando se tornou presidente-executivo da empresa.

Durante nosso bate-papo, Cohen identificou sete competências que ele acredita que o ajudaram a ter sucesso em sua carreira. Veja na galeria de imagens a seguir:

  • Desenvolva suas habilidades interpessoais

    Aprender a se envolver com outras pessoas, gerenciar tensões e ler bem o momento é fundamental para mitigar os desafios antes que eles ocorram.

    Getty Images
  • Assuma riscos calculados

    Você não pode ter medo de tentar algo novo. Tenha confiança de que poderá aprender essas habilidades necessárias para realizar seu trabalho. Busque continuamente desafios que o ajudem a aprender e crescer.

    Thomas Barwick/ GettyImages
  • Seja um aprendiz ao longo da vida

    Leia e aprenda sobre vários tópicos. Você ficaria surpreso em como as coisas estão conectadas, relacionadas e adaptáveis ​​a várias situações.

    EvaKatalin/ Getty Images
  • Lembre-se de que ser legal faz diferença

    Não ser uma pessoa legal ou simpática é um golpe à sua própria carreira. Basta uma pessoa se lembrar da sua atitude ruim e você estará acabado. Eles vão falar sobre isso em uma reunião, e você nem saberá que aconteceu.

    Getty Images
  • Aprenda que tudo o que vai volta

    Quando ele menos esperava, o número de pessoas com quem Cohen interagiu e tratou bem se mostrou útil. Assim, ele desenvolveu ao longo do tempo uma rede profunda de relacionamentos bem formados. Foi essa rede que o levou a trabalhar no seu atual cargo de liderança.

    Thomas Barwick/ Getty images
  • Mantenha contatos e relacionamentos

    Cohen entra em contato com sua rede uma vez por trimestre, apenas para manter o relacionamento. Ele faz questão de se sentar e percorrer sua lista de contatos. Ele sabe que é importante ficar no radar das pessoas.

    PeopleImages/ Getty Images
  • Seja otimista

    A pandemia provou que existem muitos dias ruins. Os líderes não podem ser pessimistas. Concentre-se na oportunidade, por mais difícil que seja encontrá-la.

    Getty Images

Desenvolva suas habilidades interpessoais

Aprender a se envolver com outras pessoas, gerenciar tensões e ler bem o momento é fundamental para mitigar os desafios antes que eles ocorram.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).