10 filmes que todo profissional de RH deveria assistir

Divulgação
Divulgação

Dono de quatro estatuetas do Oscar, o longa narra a história de Maggie Fitzgerald (Hilary Swank), uma garçonete que sonha em ser lutadora de boxe

Responsáveis pela relação entre colaboradores e empresas, os gestores de recursos humanos utilizam da psicologia e das habilidades sociais para promover o bem-estar dos funcionários, assim como garantir que os interesses das organizações sejam atendidos. Essa tarefa não é nada fácil, afinal nem sempre os pleitos e decisões são de comum acordo.

Nessas horas, os profissionais de RH não precisam contar apenas com seu expertise técnico – muitas vezes, a bagagem cultural também pode ajudar a elaborar estratégias para a resolução de conflitos ou implementação de iniciativas internas. 

LEIA MAIS: Dia do Trabalho: 12 filmes e séries que retratam o ambiente corporativo

Pensando nisso, elaboramos uma lista com 10 filmes que debatem obstáculos e conflitos morais que podem servir de inspiração para profissionais de RH. Veja, na galeria de fotos a seguir, quais são eles:

  • 1. “Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento”

    Disponível na Netflix, YouTube e Google Play

    Baseado em uma história real, o filme conta a história de Erin Brockovich (Julia Roberts), uma mulher divorciada e mãe de três filhos que enfrenta dificuldades para sustentar a família. Sua vida muda depois que ela é contratada por um pequeno escritório de advocacia e descobre que uma das maiores corporações da cidade está contaminando a água de um pequeno município. Determinada a resolver o caso, a protagonista vai até o fim na luta contra o poderoso adversário e dá origem à maior indenização da história dos Estados Unidos até a época.

    Marcado por valores como a perseverança e a força de vontade, o longa demonstra como a combinação entre o propósito e a determinação geram resultados impactantes – mesmo com recursos escassos.

    Divulgação
  • 2. “Escritores da Liberdade”

    Disponível no Amazon Prime, YouTube e Google Play

    Erin Gruwell (Hilary Swank) é uma professora recém-formada que passa a dar aulas de inglês e literatura para adolescentes de uma escola da periferia de Los Angeles. Ao deparar-se com uma realidade cheia de conflitos e rejeição, a personagem recorre a uma metodologia diferente de ensino, permitindo que os jovens conheçam mais profundamente a si mesmos e aos outros.

    O filme traz um caso clássico de mudança de gestão frente a obstáculos e à falta de recursos. Ao utilizar as famosas soft skills, a profissional foi capaz de engajar seus alunos e mudar o comportamento deles frente aos problemas.

    Divulgação
  • 3. “Moneyball – O Homem que Mudou o Jogo”

    Disponível na Netflix, YouTube e Google Play

    Inspirado na vida de Billy Beane (Brad Pitt), diretor do time de baseball Oakland Athletics, o filme conta como o clube conseguiu ganhar o campeonato nacional e superar os times mais ricos dos Estados Unidos graças à barganha e à persistência. Sem dinheiro para pagar grandes atletas, o treinador recruta os jogadores que foram deixados de lado pelas falhas técnicas, mas ainda permanecem com muita vontade de vencer.

    Não é novidade que vários empreendedores de sucesso começaram sua carreira por baixo. Mas, para além desse fato, o filme mostra a importância da perseverança e da resiliência frente às derrotas, assim como o uso da criatividade e da força para insistir nos sonhos.

    Divulgação
  • 4. “Obrigado por Fumar”

    Disponível no Disney+

    Nick Naylor (Aaron Eckhart) é o porta-voz oficial da associação das empresas de cigarros dos Estados Unidos. Em um conflito ético entre os valores da família e o das companhias, o protagonista usa o seu poder de persuasão para convencer a população de que o cigarro não mata.

    Além de destacar o poder das palavras na cultura das organizações, o filme leva ao extremo a ideia de “vestir a camisa” do negócio, mostrando – com toques de ironia – as consequências de se ter uma moral duvidosa no trabalho.

    Divulgação
  • 5. “Menina de Ouro”

    Disponível no Amazon Prime e Google Play

    Dono de quatro estatuetas do Oscar, o longa narra a história de Maggie Fitzgerald (Hilary Swank), uma garçonete que sonha em ser lutadora de boxe. Quando a jovem pede para ser preparada por um antigo treinador da região, Frankie Dunn (Clint Eastwood), é o seu melhor e único amigo, Scrap (Morgan Freeman), que o convence a apostar suas fichas em uma mulher.

    A determinação e a garra para chegar até o fim é um dos temas centrais do filme, assim como a sabedoria para tomar decisões difíceis e a resiliência para se adaptar às mudanças.

    Divulgação
  • 6. “Happy Feet”

    Disponível na Netflix e no Vivo Play

    Diferente de todo o bando, tradicionalmente conhecido pelos bons cantores, o pinguim imperador Mano nasce totalmente desafinado e sem habilidades vocais. O personagem é envergonhado e deixado de lado pela comunidade até descobrir que tem outro super talento: o sapateado.

    Apesar de ser uma animação, “Happy Feet” traz lições valiosas sobre a convivência no ambiente de trabalho, abordando temas como a quebra de paradigmas e a importância da mudança de perspectiva para profissionais que estão há anos na mesma posição.

    Divulgação
  • 7. “Sociedade dos Poetas Mortos”

    Disponível no Disney+ e no Telecine

    John Keating (Robin Williams) é o novo professor de inglês da Academia Wealton, uma escola para meninos de alto padrão extremamente exigente, tradicional e rígida. Ao perceber a frustração dos estudantes, o protagonista muda os métodos tradicionais de ensino e faz com que os jovens tomem coragem para seguir seus sonhos longe da pressão dos pais.

    Mais do que mostrar uma mudança de paradigmas, o filme enfatiza como os profissionais podem – e devem – repensar novas formas de organização e buscar um propósito verdadeiro para aquilo que estão fazendo nas empresas.

    Divulgação
  • 8. “Estrelas Além do Tempo”

    Disponível no Telecine

    Baseado na biografia de três mulheres negras que trabalharam na Nasa durante a corrida espacial da Guerra Fria – Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe) – o filme retrata o papel das “computadoras”, ala feminina responsável pelos cálculos matemáticos complexos que levaram o primeiro homem à lua.

    Os desafios encarados pelas personagens mostram que, além de propósito, é preciso desenvolver autoconfiança no trabalho e não se deixar abalar por mudanças e transformações do mercado.

    Divulgação
  • 9. “À Procura da Felicidade”

    Disponível no Amazon Prime, YouTube e Google Play

    Chris Gardner (Will Smith) é um pai solteiro que precisa cuidar sozinho do filho de cinco anos após problemas financeiros afastarem sua ex-esposa, Linda (Thandiwe Newton). Sem conseguir arranjar um emprego melhor, o pai e a criança acabam despejados e passam a viver em abrigos, banheiros e estações de trem enquanto dias melhores não chegam.

    Além da forte história de determinação, já que o Chris Gardner da vida real se tornou um empresário e investidor de sucesso, o filme debate sobre a honestidade profissional e a importância de se ter uma motivação estabelecida.

    Divulgação
  • 10. “Clube da Luta”

    Disponível no Amazon Prime

    Incomodado com seu estilo de vida monótono e frequentes crises de insônia, Jack (Edward Norton) é um jovem executivo que passa a frequentar um grupo de autoajuda para se sentir melhor. Lá, o protagonista se depara com um círculo de pessoas estranhas e problemáticas, como Tyler Durden (Brad Pitt), que o leva para uma sociedade secreta onde todas as tensões podem ser extravasadas em forma de combates corporais.

    Na obra, a lição mais importante é o valor do capital humano para uma empresa. Além de mostrar o papel da cultura e da organização de um grupo, o filme também deixa claro que apenas o dinheiro não é suficiente para contratar e reter profissionais engajados.

    Divulgação

1. “Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento”

Disponível na Netflix, YouTube e Google Play

Baseado em uma história real, o filme conta a história de Erin Brockovich (Julia Roberts), uma mulher divorciada e mãe de três filhos que enfrenta dificuldades para sustentar a família. Sua vida muda depois que ela é contratada por um pequeno escritório de advocacia e descobre que uma das maiores corporações da cidade está contaminando a água de um pequeno município. Determinada a resolver o caso, a protagonista vai até o fim na luta contra o poderoso adversário e dá origem à maior indenização da história dos Estados Unidos até a época.

Marcado por valores como a perseverança e a força de vontade, o longa demonstra como a combinação entre o propósito e a determinação geram resultados impactantes – mesmo com recursos escassos.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).