"Babenco" será representante brasileiro em busca de vaga no Oscar 2021

Lucas Jackson/Reuters
Lucas Jackson/Reuters

A cerimônia de premiação do Oscar foi adiada de fevereiro para 25 de abril de 2021

A Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais anunciou hoje (18) que o filme “Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou” representará o Brasil na busca por uma indicação para concorrer ao Oscar na categoria de melhor filme internacional em 2021.

O documentário, dirigido por Bárbara Paz, mostra os últimos anos de vida do cineasta Héctor Babenco, que faleceu em 2016, aos 70 anos. Babenco foi indicado ao Oscar em 1985 na categoria melhor diretor pelo filme “O Beijo da Mulher Aranha”.

LEIA MAIS: Oscar adia cerimônia de 2021 de fevereiro para abril devido ao coronavírus

Reprodução
Reprodução

Documentário, dirigido por Bárbara Paz, mostra os últimos anos de vida do cineasta Héctor Babenco

A escolha foi realizada por comitê independente composto por profissionais da indústria e presidido pela cineasta Viviane Ferreira.

A cerimônia de premiação do Oscar foi adiada de fevereiro para 25 de abril de 2021 em decorrência da pandemia de coronavírus. Neste ano, o Brasil teve o filme “Democracia em Vertigem” indicado na categoria melhor documentário. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).