Wall Street opera em alta às vésperas de eleições presidenciais nos EUA

Berkah/GettyImages
Berkah/GettyImages

O CFRA Research’s Presidential Predictor mostra que o mercado de ações aposta em vitória do democrata Joe Biden

Os principais índices acionários em Wall Street operam no campo positivo nesta segunda-feira (2). Os investidores voltam às compras após dias turbulentos e de perdas profundas no mercado na última semana. Às 11h33, horário de Brasília, o Dow Jones subia 1,22%, o S&P 500 ganhava 1,06% e o Nasdaq Composite avançava 0,73%.

Na véspera das eleições presidenciais nos Estados Unidos, o CFRA Research’s Presidential Predictor mostra que o mercado de ações aposta em vitória de Joe Biden. Uma pesquisa do the Wall Street Journal em parceria com a CNN revela 10 pontos de vantagem para o democrata nesta segunda-feira.

Na Europa, o dia é também de recuperação para as bolsas. No mesmo horário, o FTSE 100 ganhava 1,29%, o DAX avançava 1,95%, o CAC 40 tinha alta de 2,12%, o Stoxx 600 valorizava 1,50% e o FTSE MIB subia 2,28%. O mercado encontra algum alívio – em meio à crise aberta pela segunda onda de coronavírus – com lockdowns na Europa menos rigorosos do que o esperado inicialmente. Apesar das restrições, os governos sinalizaram que as medidas não devem ser revistas em poucas semanas, enquanto as escolas permanecem abertas em muitas localidades.

Hoje, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou em entrevista coletiva que, se as pessoas respeitarem as restrições nas próximas quatro semanas, “teremos condições para um dezembro tolerável”. Principal economia da Europa, a Alemanha ainda está longe do fim da pandemia de coronavírus, disse Merkel, acrescentando que os alemães terão que limitar o contato entre si durante os meses de inverno.

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta segunda-feira. O Nikkei 225 valorizou 1,39%, o Hang Seng teve alta de 1,46%, o Shanghai Composite ganhou 0,02% e o BSE Sensex fechou com ganho de 0,36%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).