Carteira de crédito cresce 1,8% em novembro, diz Febraban

boonchai wedmakawand / GettyImages
boonchai wedmakawand / GettyImages

Crescimento foi ocasionado pelos empréstimos governamentais para pequenas e médias empresas

O saldo de empréstimos bancários no Brasil cresceu 1,8% em novembro em relação ao mês anterior, impulsionado por empréstimos para pessoas físicas e jurídicas, de acordo com pesquisa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), divulgada hoje (22).

Em 12 meses, o crescimento da carteira de crédito está em 15,2%, o ritmo mais acelerado desde setembro de 2013, disse a Febraban, principalmente por conta dos programas de empréstimos do governo para ajudar as pequenas e médias empresas a enfrentar a crise gerada pela pandemia.

Os novos desembolsos também aumentaram 8,5% em novembro em relação ao mês anterior, puxados por empréstimos a empresas com garantia do governo, acrescentou a associação. Em 12 meses, a expansão está em 7,2%. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).