Ibovespa sobe com blue chips e expectativa de pacote econômico nos EUA

O Ibovespa abre o dia em alta, avançando 0,53% aos 122.573 pontos às 10h26, horário de Brasília, acompanhando o bom humor nas Bolsas globais com investidores olhando para as perspectivas de mais estímulos financeiros nos EUA em apoio à recuperação econômica. O volume de recursos, que deve ser conhecido hoje em pronunciamento do presidente eleito, Joe Biden, pode impulsionar um novo rally no mercado de ações, incluindo na Bolsa brasileira que tem se beneficiado do fluxo de capital estrangeiro.

Ações de Vale, siderúrgicas e bancos, que vinham sendo alvos de vendas por realização de lucros nas últimas sessões, voltavam a exibir alta. O movimento era limitado pela queda dos papéis da Petrobras, na esteira do recuo dos preços do petróleo no mercado internacional.

Promessa de campanha, Biden se comprometeu a tratar a pandemia de forma mais séria que o presidente Donald Trump. O pacote financeiro, neste sentido, busca colocar a promessa em movimento com mais recursos para a distribuição da vacina contra o coronavírus e recuperação da economia.

Também na esteira das expectativas para o plano econômico norte-americano, os futuros do Dow Jones e do S&P 500 operam em campo positivo nesta manhã, valorizando 0,29% e 0,13%, respectivamente, no mesmo horário.

O dólar opera em queda de 0,73% contra o real nesta manhã e negociado a R$ 5,27 na venda, com investidores dando sequência a um movimento de retirada de prêmio de risco depois das fortes altas da primeira semana do ano, com a moeda brasileira beneficiada pela expectativas de mais estímulos nos Estados Unidos.

A dinâmica do mercado de câmbio, no entanto, segue frágil, com analistas citando preocupações de ordem fiscal e com os rumos da agenda de reformas como elemento a deprimir o real. O ruído sobre a possibilidade de demissão do presidente do Banco do Brasil, André Brandão, se somou aos receios dos investidores.

“Para o mercado é uma notícia ruim, porque demonstra que não há nenhuma disposição de Bolsonaro para retirada das estatais, ou seja, de privatização. Nesse processo, a questão fiscal pode ficar de lado”, disse Jason Vieira, economista-chefe da Infinity Asset.

O mercado acompanha ainda dados das exportações da China divulgados hoje, que cresceram 18,1% em dezembro na comparação com 2019. A robusta recuperação doméstica da China também ajudou no apetite pela importação de produtos, superando expectativas iniciais com crescimento de 6,5% na comparação anual. Apesar do resultado, o índice chinês Shanghai Composite encerrou o pregão em queda de 0,91% aos 3.565 pontos, sob pressão do aumento de casos de covid-19 no país asiático. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).