BV tem lucro 6% maior no 4º trimestre

Reprodução/Forbes
O BV, controlado pelo Banco do Brasil e pelo Grupo Votorantim, anunciou hoje (4) que teve um lucro líquido de R$ 347 milhões no quarto trimestre, alta de 6% ante mesmo período de 2019.

Em nota, o banco afirmou que o resultado refletiu a recuperação da demanda por crédito, cresceu 6% em 12 meses, para R$ 70,3 bilhões, com avanço de 6,5% no segmento de varejo e de 5% na de empresas. O custo de crédito caiu 16,3% em relação ao trimestre anterior. A inadimplência encerrou dezembro em 3,5%, ante 4,2% no trimestre anterior.

LEIA MAIS: Receita das startups do Cubo dispara 1.500% sob efeitos da pandemia

No fim de 2020, o saldo da carteira renegociada do BV era de R$ 13,9 bilhões e não havia mais saldo em período de carência no varejo. O retorno sobre o patrimônio líquido recorrente no trimestre foi de 13%, ante 13,1% um ano antes.

Ex-Banco Votorantim, o BV retomou em agosto passado os planos de listagem na Bovespa por meio de uma oferta inicial de recibos de ações (units), operação que havia sido cancelada em março, um mês após iniciada, devido aos efeitos da Covid-19. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).