Ibovespa recua com negociações para auxílio emergencial e exterior negativo

O Ibovespa opera em queda nos primeiros negócios de hoje (12), recuando 0,58% aos 118.611 pontos, em movimento de cautela do mercado às vésperas da pausa nos pregões em função do carnaval e pressionado pelas negociações do novo auxílio emergencial.

Ontem (11), o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que para conceder o auxílio, é preciso a aprovação no Congresso de uma PEC de Orçamento de Guerra, autorizando despesas sem ferir parâmetros fiscais como a regra de ouro e o teto de gastos, a exemplo do que ocorreu no ano passado. O ministro afirmou que o governo pode pagar um valor próximo de R$ 250 por um período de três ou quatro meses, sem estabelecer gatilhos para conter outras despesas.

O dólar operava em leve alta contra o real nesta manhã, ganhando 0,14% negociado a R$ 5,39 na venda às 10h20, horário de Brasília, com os investidores digerindo dados sobre a atividade econômica do Banco Central e de olho nas discussões sobre o auxílio emergencial.

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), sinalizador do Produto Interno Bruto (PIB), mostrou contração de 4,05% em 2020, de acordo com os dados divulgados pelo Banco nesta sexta-feira. Em dezembro, o índice apresentou avanço de 0,64% na comparação com novembro, em dados dessazonalizados, contra expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 0,40%.

O mercado aguardava uma contração mais acentuada em 2020 e ganhos mais leves em dezembro. “A recuperação da economia surpreendeu até quem era otimista”, disse em post no Twitter Rafaela Vitoria, economista-chefe do banco Inter.

Em Wall Street, os índices futuros operam em queda, indicando correção na sessão regular de hoje. O mercado de ações norte-americano segue compasso de espera, enquanto o Congresso negocia o novo pacote de estímulo à economia proposto pela Casa Branca, de US$ 1,9 trilhão.

Na próxima semana, não haverá negociação na B3 nos dias 15 e 16 em função do feriado de carnaval. Já no dia 17, as negociações são retomadas a partir das 13h. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).