Ibovespa recua pressionado por dados do varejo e incertezas domésticas

O Ibovespa terminou o dia em queda de 0,87% aos 118.435 pontos, em consonância com a pausa no rally em Wall Street e com investidores acompanhando o ambiente de incertezas no cenário doméstico. Os dados do varejo divulgados hoje pelo IBGE relevando uma queda brusca nas vendas em dezembro (-6,1%) e o pior resultado anual (+1,2%) em quatro anos pesaram sob o índice, ao mesmo tempo em que as preocupações com um novo auxílio emergencial sem medidas de contenção do impacto nas contas públicas também estiveram sob os holofotes.

Hoje, o relator do Orçamento de 2021, senador Márcio Bittar (MDB-AC), defendeu a volta do auxílio e disse que os mais necessitados não podem esperar pela aprovação de reformas. Nesta semana, o mercado já havia reagido mal a declarações do presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmando que não se pode vincular um novo auxílio emergencial a PECs que poderiam compensar o aumento de gastos.

Agentes financeiros têm refeito cálculos com a possibilidade de volta do auxílio, mas nos novos cenários consideram a aprovação de medidas que compensem o impacto fiscal. Entre as mais citadas está a PEC Emergencial, que estabelece gatilhos para conter despesas públicas. Fontes ouvidas pela agência Reuters afirmam o governo estuda o pagamento de R$ 200, durante três meses, a 30 milhões de brasileiros não participantes do programa Bolsa Família.

Em 2020, as vendas varejistas foram alavancadas pelo pagamento do auxílio emergencial do governo e pelo relaxamento das medidas de contenção ao coronavírus. No final do ano, o varejo sofreu com o aumento da inflação, e a recuperação agora passa ainda por uma retomada do trabalho, que vem enfretando mais dificuldades.

“Ao longo do ano de 2020 o auxílio emergencial teve impacto significativo. O consumo extra das famílias de baixa renda tem a ver com o auxílio, isso fez com que a atividade tivesse um bom desempenho”, explicou o gerente da pesquisa do IBGE, Cristiano Santos. “Em dezembro a queda tem ligação com o menor volume de recursos por conta da redução do auxílio emergencial”, completou.

Em Nova York, os índices fecharam em campo misto, com os dados fracos da inflação norte-americana em janeiro (+0,3%) reforçando a importância de mais estímulos econômicos no país. O Congresso dos EUA ainda discute o projeto de US$ 1,9 trilhão do presidente Joe Biden.

O índice Dow Jones terminou o dia subindo 0,20% aos 31.437 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,03% aos 3.909 pontos e o Nasdaq encerrou em baixa de 0,25% aos 13.972 pontos.

O resultado da inflação dos EUA também foi sentido no dólar. Entre altos e baixos ao longo do dia, a moeda terminou a sessão em queda de 0,20% a R$ 5,37 na venda, com o real ficando novamente atrás dos pares sob pressão das incertezas domésticas.

Autonomia do Banco Central

A Câmara dos Deputados aprovou hoje o texto-base de projeto que confere autonomia formal ao Banco Central, de forma a garantir à instituição financeira que execute suas tarefas sem risco de interferência político-partidária.

A proposta seguirá à sanção presidencial caso não seja alterada pela Casa durante a análise de emendas. Já analisado pelo Senado, o projeto inicialmente tratava da nomeação e demissão do presidente e diretores do Banco Central do Brasil, mas durante a votação, senadores alteraram a proposta para também abordar a autonomia e os objetivos do BC.

O projeto também estabelece que o Banco Central terá o status de “autarquia de natureza especial”, sem subordinação a qualquer ministério. A instituição financeira seguirá atuando pela estabilidade do poder de compra da moeda, seu objetivo principal. O texto elenca, dentre os objetivos secundários do BC, a tarefa de zelar pela estabilidade e eficiência do sistema financeiro, suavizar as flutuações do nível de atividade econômica e fomentar o pleno emprego.

DESTAQUES DO IBOVESPA

Maiores Altas
SUZB3: +2,25% a R$ 68,20
PRIO3: +2,17% a R$ 79,43
TOTS3: +1,88% a R$ 31,41
PETR3: +1,23% a R$ 28,05
WEGE3: +1,20% a R$ 86,03

Maiores Baixas
BPAC11: -4,37% a R$ 108,75
COGN3: -4,07% a R$ 4,24
EZTC3: -3,91% a R$ 35,40
VVAR3: -3,88% a R$ 14,35
CIEL3: -3,69% a R$ 3,91

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).