Antecipação de 13º a aposentados sairá após aprovação do Orçamento, diz Guedes

Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Ministro da economia, Paulo Guedes, diz que antecipação do 13º não terá impacto fiscal por não envolver despesas adicionais

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse hoje (25) que assim que o Orçamento de 2021 for aprovado pelo Congresso, o governo vai disparar o pagamento antecipado de parcela do 13º a aposentados e pensionistas como forma de alívio em meio às dificuldades geradas pelo recrudescimento da pandemia da Covid-19.

Ele frisou que a vantagem da medida é que ela não terá impacto fiscal, uma vez que não se trata de despesas adicionais às já previstas para o ano.

LEIA TAMBÉM: IPCA-15 sobe 0,93% em março, maior alta para o mês em seis anos diz IBGE

Sobre a renovação do programa BEM, que oferece complementação de renda a trabalhadores que sofram suspensão de contrato ou redução de jornada e salário, o ministro disse que não avançou sua ideia original de reeditar a medida de forma a viabilizar que com os mesmos valores pagos atualmente no seguro-desemprego o governo oferecesse uma cobertura por mais tempo aos trabalhadores.

“Estávamos tentando isso aí e houve muito obstáculo político, ‘ah não, não pode mexer nisso e tal'”, disse Guedes durante audiência na comissão do Congresso que acompanha a pandemia da Covid-19.

“Simplesmente, do meu ponto de vista, é um equívoco técnico, mas tudo bem, quem manda é a política, então eu tenho que aceitar e reformular o programa. E aí naturalmente vai ter mais impacto fiscal, um pouco mais de dúvida, um pouco mais de dificuldade na retomada do crescimento, um pouco mais de despesa, em vez de realocar despesas que já existem”, acrescentou o ministro. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).