Governo publica decreto sobre execução provisória do Orçamento de 2021

Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Vista do Congresso em Brasília, DF, março de 2021

O governo publicou hoje (31)  decreto que permite execução provisória do Orçamento de 2021, adequando limites de pagamento de despesas primárias discricionárias de diversos ministérios às suas atuais necessidades.

De acordo com nota da Secretaria-Geral da Presidência da República, o decreto editado pelo presidente Jair Bolsonaro traz alteração decorrente de solicitação dos Ministérios do Desenvolvimento Regional, da Infraestrutura, da Economia, da Educação, das Comunicações, da Defesa, da Justiça e Segurança Pública, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

LEIA TAMBÉM: Taxa de desemprego tem maior patamar histórico para trimestre até janeiro; número de ocupados aumenta

O objetivo é adequar seus limites de pagamento de despesas primárias discricionárias do exercício corrente e de restos a pagar referentes a despesas de exercícios anteriores, assim como de suas despesas obrigatórias sujeitas a controle de fluxo, às suas atuais necessidades.

O texto, que dispõe da execução orçamentária dos órgãos, dos fundos e das entidades do Poder Executivo federal, altera decreto anterior até a publicação da Lei Orçamentária de 2021.

“A execução provisória se faz necessária, à medida que a Lei Orçamentária de 2021 não foi aprovada nem publicada até o presente momento, a despeito dos esforços despendidos pelos Poderes Executivo e Legislativo“, diz a nota.

De acordo com o texto publicado no Diário Oficial, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia poderá editar ato para ampliar ou remanejar valores, desde que devidamente justificado pelos órgãos.

O Congresso aprovou a lei orçamentária de 2021 na semana passada promovendo uma remanejamento de R$ 26,5 bilhões de reais em despesas, com a redução da estimativa de gastos obrigatórios do governo em favor de emendas parlamentares. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).