Morgan Stanley mantém 'overweight' para ações de commodities na América Latina

Lunae Parracho/Reuters
Lunae Parracho/Reuters

A companhia destaca como favoritas as ações das brasileiras Vale, CSN Mineração, Gerdau e Klabin

Estrategistas e analistas do Morgan Stanley reiteraram, por enquanto, a recomendação “overweight” para ações de empresas de commodities em seus portfólios modelo para Brasil e América Latina, de acordo com relatório de hoje (31).

Com a visão de que as ações podem ter um desempenho maior, eles citam entre os argumentos a expectativa de aceleração do crescimento global no segundo trimestre, enquanto o cenário econômico na América Latina continua a sofrer com a Covid-19 e o processo de vacinação está se arrastando. Além disso, os estrategistas buscaram proteger seus portfólios contra riscos fiscais, citando o fato de que essas companhias têm receitas em moeda forte.

LEIA MAIS: Vale deve ganhar com ciclo de commodities, diz BTG ao elevar preço-alvo de ações

“Esperamos que a economia global acelere no segundo trimestre, enquanto os governos regionais continuam a discutir a possibilidade de estímulo fiscal adicional para ajudar as economias locais atingidas pela Covid-19”, afirmaram.

Entre os papéis do setor, eles destacam como favoritas as ações das brasileiras Vale, CSN Mineração, Gerdau e Klabin e da chilena CMPC. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).