CPFL tem lucro de R$ 961 milhões no 1º trimestre, alta de 6,3% em base anual


A CPFL Energia registrou lucro líquido de R$ 961 milhões no primeiro trimestre de 2021, alta de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado foi impulsionado por um aumento do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) nos segmentos de distribuição e geração, informou a companhia nesta hoje (13).

O Ebitda da CPFL, do grupo chinês State Grid, atingiu R$ 1,966 bilhão no período, avanço de 15,9% no ano a ano.

LEIA MAIS: Eztec vê lucro cair 6% no 1º trimestre, com obras paradas por inflação e isolamento social

“A pandemia ainda não acabou, mas assim como passamos pelos desafios de 2020, começamos esse primeiro trimestre com a mesma diretriz e estratégia”, disse em nota o presidente da companhia, Gustavo Estrella. “No desempenho econômico-financeiro, mais uma vez alcançamos resultados expressivos.”

A CPFL destacou um aumento de 2,5% nas vendas de energia elétrica na área de concessão de suas distribuidoras, puxado pelas classes residencial e industrial, com uma “mudança de hábito residencial da população e continuidade da recuperação da indústria em todos os segmentos relevantes em nossas regiões.”

Já no segmento de geração, a CPFL mencionou que os parques eólicos tiveram boa performance no período frente ao primeiro trimestre de 2021.

A empresa apurou ainda redução de 0,1% em sua dívida líquida, que totalizou ao final do trimestre R$ 15,1 bilhões, com alavancagem de 2,03 vezes na medição dívida líquida/Ebitda.

A receita operacional líquida avançou 13,8% na comparação anual, a R$ 8,3 bilhões, enquanto os investimentos somaram R$ 695 milhões no período, alta de 36,3%, acrescentou a elétrica. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).