Startup que usa psicodélicos para tratar depressão estima valer US$ 2,3 bilhões em IPO

Brendan McDermid/Reuters
Brendan McDermid/Reuters

Apoiada pelo investidor bilionário Peter Thiel, a Atai Life Sciences espera crescer com IPO

A Atai Life Sciences, apoiada pelo investidor bilionário Peter Thiel, disse hoje (11) que quer levantar até US$ 214 milhões por meio de uma IPO (oferta inicial de ações) nos EUA, visando uma avaliação de cerca de US$ 2,3 bilhões .

A startup de biotecnologia com sede em Berlim, que explora o uso de tratamentos psicodélicos para transtornos mentais, disse que planeja vender cerca de 14,3 milhões de ações, com preço de US$ 13 a US$ 15 cada.

LEIA TAMBÉM: Aplicativo de telessaúde Babylon planeja fusão de US$ 4,2 bilhões

Christian Angermayer, co-fundador da Atai, é um defensor de psicodélicos como a psilocibina, ingrediente ativo dos chamados cogumelos mágicos, para tratar depressão, ansiedade e transtornos mentais.

Lançada em 2018, a Atai arrecadou US$ 362,3 milhões até agora, mostrou um documento regulatório. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).