Plataforma de mensagens Discord lança recursos semelhante ao Clubhouse

Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

A Discord oferece conversas via voz, vídeo e texto

A plataforma de comunicação Discord lançou hoje (31) um recurso para que usuários promovam eventos de áudio ao vivo para seus públicos, uma função semelhante ao aplicativo Clubhouse.

A Discord, que oferece conversas via voz, vídeo e texto, se popularizou entre jogadores de videogames e tem crescido entre outros grupos desde o lançamento em 2015.

LEIA MAIS: Microsoft negocia compra do Discord por mais de US$ 10 bilhões

O novo recurso Stage Channels permite aos usuários administrarem de forma mais simples eventos de áudio com até mil participantes.

A plataforma, que afirma ter mais de 140 milhões de usuários mensais ativos, negocia sua venda para a Microsoft por estimados US$ 10 bilhões, afirmaram fontes à Reuters. Representantes da Discord e da Microsoft não comentam o assunto.

O Clubhouse, por enquanto aberto apenas para convidados, recentemente divulgou ter atingido a marca de 10 milhões de usuários semanais ativos. Seu sucesso tornou claro o potencial de serviços de conversas por voz, particularmente em um momento influenciado por medidas de isolamento social.

O Twitter planeja lançar seu próprio recurso de áudio ao vivo, Spaces, globalmente em abril. O LinkedIn está testando recursos de áudio e o Facebook está estudando lançar sua própria ferramenta, segundo informações da mídia.

E o Telegram recentemente adicionou mais recursos para conversas por voz e eliminou os limites de tempo delas. A Slack também está testando recursos de rede social por voz. Já o Spotify afirmou esta semana que comprou a companhia por trás do aplicativo esportivo Locker Room. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).