Safras vê vendas antecipadas de soja mais lentas para novo ciclo

Roberto Samora/Reuters
Roberto Samora/Reuters

Segundo a Safras & Mercado, a primeira estimativa para a colheita brasileira 2021/22 da consultoria será divulgada em julho

As vendas antecipadas da próxima safra (2021/22) de soja do Brasil atingiram os 16,7% de uma estimativa de produção hipotética, mais lentas do que a média histórica para o período (20%), estimou hoje (7) a consultoria Safras & Mercado.

O volume também fica aquém dos 32% vistos nesta época do ano passado para as vendas antecipadas de 2020/21, mostrando que os produtores estão mais cautelosos com os negócios.

LEIA TAMBÉM: Crédito agrícola 20/21 supera R$ 200 bilhões, ministério diz que Plano Safra será executado

Segundo a Safras, a primeira estimativa para a colheita brasileira 2021/22 da consultoria será divulgada em julho, e por isso a porcentagem de vendas antecipadas para o novo ciclo considera um valor igual ao da temporada atual.

As vendas futuras mais lentas ocorrem após a colheita de uma safra recorde em 2020/21, cuja comercialização até o momento atingiu 71,4% até hoje, ante 67,4% no mês anterior, disse a consultoria.

Os negócios da temporada atual, que começou com vendas bastante antecipadas, agora estão mais lentos na comparação com o ciclo anterior nesta época (85,2%), mas ainda superam a média histórica (64%). (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).