Príncipe Harry diz que é hora de "reimaginar" setor de viagens

Paul Edwards/Pool via Reuters
Paul Edwards/Pool via Reuters

“Existe uma oportunidade de fazer as coisas diferente, de fazer as coisas melhor”, disse Harry

O príncipe Harry exortou o setor de viagens a “recomeçar e reimaginar” seu futuro após a crise causada pela pandemia de Covid-19, concentrando-se na criação de um modelo mais sustentável que provoque menos dano ao meio ambiente e a comunidades locais.

Agências de viagens e companhias aéreas estão sendo duramente atingidas pela pandemia, que deteve a maior parte do turismo global, e aqueles que contam com visitantes também sofrem.

LEIA MAIS: Príncipe Harry sugere que Covid é um castigo da natureza

Harry, neto da rainha Elizabeth, disse que a “adversidade aguda” das comunidades de destinos turísticos mostrou a importância das viagens, mas também ressaltou a necessidade de diminuir seu impacto prejudicial.

“Sabemos que não voltar a viajar não é uma opção”, disse o príncipe, de 36 anos, em um prefácio do relatório anual da Travalyst, uma iniciativa que ele lançou em 2019 com o objetivo de tornar a indústria de viagens mais sustentável.

“Bem diante de nós existe uma oportunidade de fazer as coisas diferente, de fazer as coisas melhor. Viagens e turismo não são exceções. À medida que a indústria ressurge da crise, existe uma necessidade urgente de recomeçar e reimaginar.”

Como o príncipe Charles, seu pai e herdeiro do trono, Harry é um defensor das causas ambientais, e disse que antes da pandemia ficou claro que a indústria não fez o suficiente para combater problemas como a mudança climática e a poluição. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).