Como a Covid-19 ajudou a valorizar a casa de praia de Joe Biden em US$ 700 mil

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Em 2019, Biden tinha uma fortuna estimada em US$ 9 milhões

A uma caminhada de dez minutos do Oceano Atlântico, em uma rua tranquila e arborizada em Rehoboth Beach, em Delaware, Estados Unidos, fica um refúgio de quatro andares que se mistura com as outras propriedades multimilionárias do bairro. No entanto, há uma coisa que torna a propriedade distinta: ela é a casa do presidente dos EUA.

Joe e Jill Biden compraram a mansão em 2017, usando parte dos US$ 11,1 milhões que ganharam naquele ano, principalmente com os lucros de livros e palestras. Investiram US$ 2,7 milhões na casa de 445 metros quadrados e seis quartos. A propriedade foi provavelmente o maior investimento do casal em anos. “Eu não tinha ideia de quanto custava”, disse Joe Biden em uma carreata eleitoral no ano passado.

VEJA TAMBÉM: É possível ser vizinho de Harry e Meghan por apenas US$ 22,5 milhões

De qualquer forma, acabou sendo uma compra inteligente. Os valores dos imóveis na área estavam melhorando antes da pandemia, mas, como muitos locais de férias nos Estados Unidos, eles aumentaram desde que o país entrou em lockdown. Nos últimos quatro meses, as casas em Rehoboth Beach foram vendidas por cerca de 15% a mais do que seus valores anteriores à Covid-19. A Forbes estima que a casa dos Bidens vale agora cerca de US$ 3,4 milhões, US$ 700 mil a mais do que eles pagaram há quatro anos.

“Nunca vi nada parecido com isso, nem mesmo em 2005, 2006 ou 2007”, afirma Lee Ann Wilkinson, corretora de imóveis e CEO da agência local de Rehoboth, do Grupo Lee Ann Wilkinson. Sharon Slevin, outra corretora local, disse que “por causa do coronavírus, as pessoas estavam ansiosas para ter uma casa de férias onde pudessem trabalhar e seus filhos pudessem ter mais espaço para passear.”

Se os Bidens, cujo patrimônio líquido era de US$ 9 milhões em 2019, quisessem lucrar com esse investimento, provavelmente não teriam muitos problemas. As casas em Rehoboth Beach agora são vendidas duas vezes mais rápido do que antes da pandemia. O bairro do casal é equipado com quadras de tênis, marina, serviços de segurança e uma praia particular, o que o torna uma espécie de paraíso pandêmico.

Mas não há razão para pensar que a família esteja ansiosa para deixar a nova casa. Em 2007, Biden escreveu que há muito foi “seduzido pelo mercado imobiliário”, ele tende a se apegar às propriedades por muito tempo. Em 1975, no início de sua carreira no Senado, ele comprou uma mansão abandonada da família du Pont de mais de 900 metros quadrados em Wilmington, Delaware, por US$ 185 mil. Ele manteve o local até 1996, quando o vendeu por US$ 1,2 milhão, obtendo um retorno anual de 9% ao longo de 21 anos. Ele então pagou US$ 350 mil pelo terreno que atualmente abriga sua casa principal. Agentes locais estimam que a propriedade pode ser vendida por pelo menos US$ 1,5 milhão.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).