Dia do Hambúrguer: listamos 10 dos sanduíches mais caros do Brasil

Ekaterina Smirnova/Getty Images
Ekaterina Smirnova/Getty Images

Segundo dados levantados em 2020 pelo Codex Fórum Internacional de Alimentação, o hambúrguer é um dos pratos mais populares no Brasil

O clássico hambúrguer sabe bem como manter a fama por longos séculos. A origem da iguaria é atribuída aos tártaros, que, ainda no século 12, descobriram a primeira “receita” da carne. A técnica deles, que nada tinha a ver com rituais festivos de final de semana, era moer a proteína dura e de má qualidade para torná-la mais digerível e transformá-la em prato principal durante as viagens de guerra.

Em meio ao intercâmbio cultural da época, o povo tártaro apresentou a técnica para os hamburgueses, da Alemanha – que, como se pode imaginar, ficaram com a fama de precursores do sanduíche. Após longas décadas, no século 19, esses mesmos alemães começaram a colocar o pedaço de carne moída entre dois pães, formando o “hamburg steak”. Por conta da facilidade de poder comer sem talheres e do baixo custo do alimento, o prato foi adotado por marinheiros que estavam em longas viagens em alto mar.

LEIA MAIS: Heinz vai vender lanche que tem até pão de ketchup no Dia do Hambúrguer

Foi por meio deles que a receita chegou aos Estados Unidos e realmente iniciou seu processo de popularização mundial. A partir do início do século 20, as massas de trabalhadores americanos necessitavam de algum tipo de alimento rápido, prático e barato para acompanharem a explosão industrial no país. De certa forma, o hambúrguer se encaixou perfeitamente. Era uma comida rústica, mas muito flexível e saborosa para as necessidades do momento.

Em 1921, surgiu finalmente a primeira hamburgueria do país norte-americano, batizada de White Castle – hoje, uma cadeira de restaurantes fast-food com presença em 337 pontos dos Estados Unidos. O hambúrguer cozido no vapor e repleto de cebola talvez não fosse o prato mais apetitoso – ainda mais considerando as opções do mundo moderno – mas, na época, seu destaque era o preço: custava apenas US$ 0,05.

Desde então, o hambúrguer explodiu no gosto popular e deixou de ser considerado uma comida barata e de pouco glamour. Segundo dados levantados em 2020 pelo Codex Fórum Internacional de Alimentação, ele é, atualmente, um dos pratos mais difundidos no Brasil. Em 2019, foram feitos 26 milhões de pedidos de hambúrguer pelo iFood, contra 21 milhões de pedidos de pizzas.

Com carnes de qualidade e diversos acompanhamentos, os lanches de hambúrguer se gourmetizaram – e, claro, começaram a custar muito mais do que US$ 0,05. Surgiram opções mais refinadas e com ingredientes nobres, como kobe beef e queijo gruyère. Outras versões, por sua vez, possuem o preço mais elevado por conta da quantidade: não é raro encontrar lanches com quatro hambúrgueres, diversos tipos de queijo e um mar de bacon. Um verdadeiro desafio para quem consegue devorar tudo.

Nesse Dia do Hambúrguer, a Forbes Brasil listou algumas das opções mais caras e diferentes do sanduíche no Brasil. De São Paulo a Gramado, no Rio Grande do Sul, há opções para todos os gostos e apetites – até para veganos.

Confira, na galeria de imagens abaixo, 10 dos hambúrgueres mais caros e diferentes do Brasil:

  • 1. Big Kahuna Burger, São Paulo

    Lanche: Ezekiel 25:17
    Preço: R$ 118,80

    O lanche da hamburgueria Big Kahuna Burger se destaca pelo seu tamanho. Com cinco hambúrgueres de 140 gramas, dez fatias de bacon de costela, queijo cheddar e mussarela, cebola crocante, picles de pepino, fatias finas de cebola roxa, tomate caqui, alface crespa e maionese da casa no pão de brioche, o sanduíche é tão grande que não está incluso no cardápio de delivery. Para comprar, é preciso ir até o estabelecimento. A aventura é tanta que o combo acompanha uma camiseta exclusiva do restaurante.

    Alameda Lorena, 53 – Jardim Paulista, São Paulo

    Divulgação
  • 2. Jamile, São Paulo

    Lanche: Kobe Beef
    Preço: R$ 59

    A casa, que tem como um de seus sócios o chef Henrique Fogaça, tem três opções de hambúrgueres no cardápio. O mais caro, de kobe beef, acompanha bacon, picles, cebola caramelizada e queijo gruyère. Já o hambúrguer de cupim, por R$ 56, possui costela bovina, cheddar inglês, crispy de parma e picles de rabanete. Enquanto o de grão-de-bico, R$ 53, a opção vegana da casa, é feito com lentilha e tahine, gruyère, rúcula, maionese e bacon vegano.

    R. Treze de Maio, 647 – Bela Vista, São Paulo

    Divulgação
  • 3. Seen, São Paulo

    Preço: R$ 59
    Lanche: Wagyu Burger

    Com assinatura do chef português Olivier da Costa, o Wagyu Burger é um destaque para o restaurante paulista. A combinação é simples: hambúrguer de wagyu, queijo cheddar e cebola agridoce, com ingredientes que primam pela qualidade.

    Alameda Santos, 1437 – Jardim Paulista, São Paulo

    Divulgação
  • 4. Madero Prime Steakhouse

    Preço: R$ 58,80
    Lanche: Cheeseburger Cordeiro Super

    A rede tem o Cheeseburger Cordeiro Super como o produto mais caro do cardápio por conter dois pedaços de carne de 180 gramas cada, alface, tomate, queijo cheddar, maionese e pão crocante. O valor não inclui batata frita.

    Quase 140 unidades pelo Brasil

    Divulgação
  • 5. Beefbar, São Paulo

    Preço: R$ 54
    Lanche: Big K

    Comandado pelos sócios Riccardo Giraudi, Felipe Massa, Dudu Massa e Ruly Vieira, o Beefbar, em São Paulo, apresenta o Big K como uma comemoração do Dia do Hambúrguer. Com duplo wagyu burger, bacon, queijo, alface e tomate, servido com fritas frescas, o sanduíche está disponível apenas para consumo no estabelecimento, que fica na Rua Barão de Capanema, 320, no bairro Jardins, em São Paulo.

    R. Barão de Capanema, 320 – Cerqueira César, São Paulo

    Divulgação
  • 6. Holy Burger, São Paulo

    Preço: R$ 52,80
    Lanche: Holy Furioso

    O astro do cardápio da hamburgueria paulista é o Holly Furioso. Recomendado para quem tem apetite, o lanche possui dois hambúrgueres de 70 gramas cada um, queijo americano, tomate, cebola, picles de jalapeño, alface, bacon e molho rosê no pão brioche – além de batata chips grande e refrigerante como acompanhamentos.

    R. Dr. Cesário Mota Júnior, 527 – Vila Buarque, São Paulo

    Divulgação
  • 7. Irajá Gastrô, Rio de Janeiro

    Preço: R$ 51 no delivery / R$ 46 no estabelecimento

    Lanche: Irajá Burger

    O Irajá Gastrô foi o primeiro restaurante do chef Pedro de Artagão, que se destaca no Rio de Janeiro com diversos estabelecimentos premiados. O Irajá Burger é feito de disco de carne 100% black angus, acompanhado de queijo minas padrão, cebola confit, compota de bacon e batatas fritas.

    R. Dias Ferreira, 233 – Leblon, Rio de Janeiro

    Divulgação
  • 8. Nevermind Pub, Belo Horizonte

    Preço: R$ 50,50
    Lanche: Appetite for Destruction

    Como o nome já indica, a opção mineira da lista aposta no tamanho para se destacar. Com pão australiano, dois hambúrgueres artesanais de picanha de 160 gramas cada, bacon crocante, queijo tipo cheddar, onion rings, picles, alface americano, tomate e molho barbecue, ele ainda acompanha batatas fritas.

    R. Chapecó, 336 – Prado, Belo Horizonte, Minas Gerais

    Divulgação
  • 9. Green Kitchen, São Paulo

    Preço: R$ 49,60
    Lanche: Plant Egg Bacon

    Primeira cloud kitchen vegana do mundo, a Green Kitchen entra nessa lista com o lanche Plant Egg Bacon, sem nenhum derivado animal. O sanduíche é servido com pão, hambúrguer de 100 gramas à base de plantas, bacon vegetal, alface, tomate, ovo feito na casa e maionese vegana.

    Av. Vieira de Carvalho, 99 – República, São Paulo

    Divulgação
  • 10. Le Grand Burger – La Montagne, Gramado, RS

    Preço: R$ 45,90
    Lanche: Nouveau Cogumelo

    Em uma das cidades mais charmosas do Brasil, com diversas opções gastronômicas, o restaurante Le Grand Burger – La Montagne aposta em uma receita diferente. O Nouveau Cogumelo é feito com hambúrguer de carnes nobres no pão preto, molho, rúcula, tomates cereja confitados em azeite de oliva, cogumelos assados inteiros e cobertos por queijo gorgonzola e molho rouge e ketchup caseiro.

    Av. Borges de Medeiros, 2659 – 14 – Centro, Gramado

    Divulgação

1. Big Kahuna Burger, São Paulo

Lanche: Ezekiel 25:17
Preço: R$ 118,80

O lanche da hamburgueria Big Kahuna Burger se destaca pelo seu tamanho. Com cinco hambúrgueres de 140 gramas, dez fatias de bacon de costela, queijo cheddar e mussarela, cebola crocante, picles de pepino, fatias finas de cebola roxa, tomate caqui, alface crespa e maionese da casa no pão de brioche, o sanduíche é tão grande que não está incluso no cardápio de delivery. Para comprar, é preciso ir até o estabelecimento. A aventura é tanta que o combo acompanha uma camiseta exclusiva do restaurante.

Alameda Lorena, 53 – Jardim Paulista, São Paulo

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).