Fosun Fashion Group adquire a marca italiana de calçados de luxo Sergio Rossi

Divulgação
Divulgação

Fundada em 1951 pelo estilista italiano Sergio Rossi, a empresa nasceu em San Mauro Pascoli, um distrito na Itália

Imaginar a Europa como reduto da alta costura mundial já não é algo tão certeiro como foi durante décadas. A FFG (Fosun Fashion Group), por exemplo, é um grupo de moda de luxo global com sede na China – um dos primeiros do país asiático – e, em seu portfólio de marcas, conta com nomes como Lanvin, Wolford, Caruso e St. John Knits. Hoje (10), a companhia anunciou mais um passo em sua trajetória de expansão: a aquisição da marca italiana de calçados de luxo Sergio Rossi.

“Quando mergulhamos na marca, ficamos cativados por seu DNA, que está profundamente enraizado na criatividade e na experiência de seu fundador homônimo”, diz Joann Cheng, presidente do Fosun Fashion Group, em nota oficial divulgada à imprensa.

LEIA MAIS: Título de obra de arte digital é vendido na Sotheby’s por US$ 11,8 milhões

Fundada em 1951 pelo estilista italiano Sergio Rossi – que faleceu em 2020, aos 85 anos, vítima do coronavírus -, a empresa cresceu a partir de uma renomada fábrica de calçados em San Mauro Pascoli, um distrito na Itália. Não demorou muito para que suas peças luxuosas começassem a chamar a atenção. Nos anos 1970, as parcerias com grandes designers impulsionou ainda mais o nome da marca. Em 1999, foi adquirida pelo Grupo Gucci, onde ficou até 2015, quando a Investindustrial decidiu tomar o controle.

Hoje, Sergio Rossi conta com uma rede de distribuição mundial de 64 lojas, das quais 45 são de propriedade direta em locais de luxo de primeira linha como EMEA (Europa, Oriente Médio e África), Japão e Grande China. O acordo com a Fosun Fashion Group é para uma aquisição de 100% da empresa, mas ainda está sujeita à aprovação regulamentar habitual. A previsão é de que a transação seja fechada durante o verão europeu.

“O mundo de Sergio Rossi é um lugar onde a magia e a realidade se juntam para criar sapatos feitos à mão para mulheres sofisticadas, inteligentes e chiques”, completa Joann. “Além disso, também ficamos hipnotizados pelo arquivo de Sergio Rossi, meticulosamente reformado e digitalizado com mais de 13 mil documentos. Nele, mais de 6.000 sapatos tradicionais são armazenados como inspiração para futuras coleções.” Para a FFG, essa aquisição marca uma grande conquista estratégica, que a aproxima de outras marcas do setor.

Riccardo Sciutto, CEO da Sergio Rossi, também comemorou a novidade. “Estamos entusiasmados com as perspectivas de crescimento futuro da Sergio Rossi. Nossa marca é atraente para o mercado, que está em rápido crescimento, e a FFG é a parceira que vai nos sustentar nesta jornada.”

Joann diz que está ansiosa para levar adiante o legado de Sergio Rossi. “A FFG está totalmente comprometida em continuar o crescimento da marca, uma das mais icônicas do mercado calçadista”, finaliza Joann.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).