Consultor japonês se torna bilionário combatendo investidores ativistas

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Terashita, 61 anos, viu sua fortuna subir para US$ 1 bilhão com a disparada das ações da IR Japan

O recente aumento de acionistas ativistas no Japão impulsionou o preço das ações da IR Japan, uma consultoria especializada em relações com acionistas, elevando seu CEO Shirou Terashita à categoria de bilionário.

Terashita, 61 anos, viu sua fortuna subir para US$ 1 bilhão com as ações da IR Japan disparando 247% no ano passado. Ele não quis dar entrevistas para esta reportagem.

LEIA TAMBÉM: Quem é o novo bilionário de segurança em nuvem que surgiu com o aumento do home office

Os investidores estão otimistas sobre o potencial de crescimento da empresa sediada em Tóquio, que supostamente possui um alto nível de experiência em disputas por procuração em assembleias gerais anuais de acionistas e também fornece serviços de consultoria como medidas para conter investidores ativistas.

No trimestre encerrado em junho, a IR Japan disse que suas vendas aumentaram 9,7% em relação ao ano anterior, para 2,38 bilhões de ienes (cerca de US$ 20 milhões). O lucro líquido da empresa foi de 913 milhões de ienes, um aumento de 7,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

O aumento trimestral veio atrás de um desempenho ainda mais impressionante para o ano fiscal de 2020. A IR Japan relatou que as vendas saltaram 59%, para 7,7 bilhões de ienes no ano encerrado em março, e seu lucro líquido subiu 150%, para 2,4 bilhões de ienes.

“Os ativistas estão agindo agressivamente durante a pandemia de coronavírus”, disse a empresa em seu relatório. O número de fundos ativistas apresentando propostas de acionistas já atingiu um novo recorde este ano.

O governo do primeiro-ministro Shinzo Abe vinha pressionando por reformas duradouras, introduzindo um código de administração em 2014 com o objetivo de recrutar investidores institucionais do Japão para pressionar as empresas a melhorar sua lucratividade e eficiência de capital. No ano seguinte, o país adotou um código de governança corporativa que criou um conjunto complementar de regras a serem seguidas pelas empresas.

“A pressão para reformar a governança corporativa, os negócios e as carteiras de ativos atingiu um recorde, o que sugere a apresentação de propostas de acionistas ou o exercício de direito de propostas por ativistas, e o Japão agora se transformou no segundo maior mercado ativista do mundo depois dos Estados Unidos”, observou a empresa no relatório.

A IR Japan foi fundada em 1984 e começou ajudando empresas listadas a se prepararem para reuniões com investidores e traduzindo materiais de apresentação para o inglês. Terashita ingressou na IR Japan em 1997, eventualmente assumindo o controle da empresa por meio de uma aquisição da administração em 2008.

No mês passado, a IR Japan foi destaque na lista “Best Under A Billion” da Forbes Ásia, que destaca 200 empresas públicas na região da Ásia-Pacífico com menos de US$ 1 bilhão em receita e crescimento consistente de receita e lucro.

Terashita se destaca entre os bilionários do Japão, muitos dos quais estão envolvidos no setor de tecnologia em rápido crescimento. Ele trabalhou na área de relações com investidores durante toda a sua carreira, começando em 1982, logo após se formar em administração de empresas pela Aoyama Gakuin University.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).