Jeff Bezos não será mais CEO da Amazon

Alex Wong/Getty Images
Alex Wong/Getty Images

Quando deixar o cargo de CEO da Amazon, Jeff Bezos assumirá presidência do conselho da empresa e, também, se dedicará a suas instituições filantrópicas

A Amazon anunciou neste mês que seu fundador, Jeff Bezos, deixará o cargo de CEO este ano. E o diretor da Amazon Web Services, Andy Jassy, assumirá a liderança da gigante varejista.

Dono de uma fortuna de US$ 196,2 bilhões, Bezos ocupará o cargo de presidente-executivo do conselho de administração no terceiro trimestre, mas continuará envolvido na empresa.

Em carta aos funcionários, o executivo disse que planeja se dedicar às suas paixões como o Day 1 Fund, organização filantrópica criada por ele e sua ex-esposa MacKenzie Scott, para a construção de moradias e escolas em comunidades pobres, e o Bezos Earth Fund, que financia iniciativas contra as mudanças climáticas. O anúncio foi feito quando a Amazon declarou recorde de lucros de US$ 7,2 bilhões no último trimestre de 2020.

Durante a gestão de Andy Jassy, a Amazon Web Services conquistou a liderança no espaço da computação em nuvem, superando Google e Microsoft na participação de mercado, conquistando clientes importantes como Zoom e sendo responsável por 67% do lucro operacional da empresa no trimestre passado.

Veja o vídeo do nosso canal Forbes Brasil e entenda melhor:

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Money, no Telegram, para saber tudo sobre economia e mercado financeiro.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).